“Apontamentos” é o primeiro avanço do EP “Anjos & Demónios” de Manilha conta com a participação de Xeg e cortes de DJ Netto

MANILHA: Booking | Facebook | Instagram
XEG: Facebook | Instagram
Scratch por DJ Netto

Instrumental produzido por Wirebeats: Facebook | Instagram

Mistura e Masterização por Katana Produções
Contacto: 963365961

Directed by mamboo:  Contacto

LETRA:
“Primeiro verso (XEG):

Não acredito no azar tenho de me focar no que importa,
Corta a esperança e esperança morta é vida que já não dá,
Às vezes a vida tá tão torta luzes câmera acção corta,
Quando a sorte bateu-me à porta pensei que fossem jeovás,
Gira o flé gira o flá tira o pé atira já,
Tás com mentiras e tiques tás na mira ouve o clik (PÁ),
Tá feito nada vês só um zumbido,
Dois buracos no peito fez-se três com o do umbigo,
Perigo armas de fogo põe o capuz e actua,
Drogas lutas e roubos é que se produz na rua,
O sol não nasce pa todos uns brilham à luz da lua,
Cana morte fecham o jogo então brother conduz a tua,
Life… como se fosse um mercedes,
Muitos actuam na nigth como se fossem morcegos,
Eu tou no mic não há sossego se há open mic quando eu chego,
Rappers sabem se houver figth perdem o hype e o emprego,
Agarro o mic com cinco dedos no teu olhar eu sinto medo acorda,
Tu bem podes mudar a pilha que és brinquedo de corda,
Hoje eu vim cedo brother mas chego tarde,
Deixo a crowd tão agitada que até o sossego arde e queima,
Tu queres ser hard treina ,
Mas tás com ar de quem tá com falta de ar,
E não tás te a aguentar aos teus rapazes estarem-te a dar fama.

Refrão (MANILHA):

São apontamentos então aponta menos,
Quando apontas o dedo tens três a apontar pa ti,
São apontamentos então apronta menos,
Porque o que andas a aprender mano eu já esqueci. x2

Segundo verso (MANILHA):

Mais uma figura de estilo tu só fazes figuras,
Causo feridas com o que rimo compra gaze e ligaduras,
Essa gente eu já sei é só lero e loucuras,
E eu nunca vou ser DJ porque eu não quero misturas,
Aos meus putos eu prometo tar distante das celas,
Não és roots nem és gueto és um tanto balelas,
Honestamente eu não vos sinto nem que venham com fivelas,
Passo tudo a pente fino e eu nem moro ao pé de Chelas,
Aprendi que ao seres real ninguém elimina a glória,
Pego em cada instrumental como uma eliminatória,
O teu papo é papo reto (nah) tu só contas histórias,
O que eu oiço no teu rap são dicas contraditórias,
Por mais gente que te ouça és fraco não te iludas,
Tou a vir com tanta força furo o saco com as luvas,
Tu só cresces no mercado com o hábito de ajudas,
Por isso nem pára ao meu lado com esse hálito a judas,
Eu só jogo play quando o cheque bate,
Pa que é que dás pa rei tando em checkmate,
Não sou padeiro mas dou-te um queque e um chocolate,
E o meu rap é verdadeiro eu quero que se foda o que é que bate,
É quando a inveja surge e o teu mundo é um troféu,
E aparece um porco sujo a querer tudo o que é teu,
Afinal nessa porra cada um trata do seu,
E é normal que um gajo corra porque nada cai do céu.

Refrão (MANILHA):

São apontamentos então aponta menos,
Quando apontas o dedo tens três a apontar pa ti,
São apontamentos então apronta menos,
Porque o que andas a aprender mano eu já esqueci. x2

São apontamentos, 4x”

 

Leave a Comment